Menstrupedia da nua

  • Por nua
  • 27 de maio, 2022

Os termos, siglas e complexidades do ciclo menstrual são infinitos, a gente sabe! Mas nada que a gente não consiga simplificar para você aqui na nua 😉

Afinal, entender sobre o seu corpo e como ele funciona te dá mais conhecimento para tomar decisões sobre ele 🤓

Como lidar com a primeira menstruação, quais produtos menstruais escolher usar, por quais métodos contraceptivos optar, como gerenciar a gravidez, como lidar com a menopausa, etc…… todas essas decisões se tornam mais intuitivas quando se sabe mais sobre o funcionamento dessa máquina poderosa que é o seu corpo 🩸

Por isso, resumimos abaixo alguns dos termos mais importantes sobre o seu ciclo menstrual:

Amenorreia
É a ausência da menstruação em menstruantes em idade fértil. Pode ser classificada entre primária ou secundária. A primária, ocorre quando a primeira menstruação não ocorre até os 13 anos e não há o desenvolvimento de características sexuais secundárias. Já a amenorréia secundária, é a ausência da menstruação por, no mínimo, três ciclos menstruais ou seis meses seguidos, em menstruantes que menstruavam com regularidade.

As principais causas são:
Uso de anticoncepcionais
Ausência de ovulação (SOP, hiper ou hipotireoidismo)
Distúrbios alimentares
Prática exaustiva de exercícios físicos
Malformação do trato genital
Uso de certos medicamentos
Tumores ou cistos
Estresse
Quimioterapia ou radioterapia
Alterações nos níveis hormonais

Ciclo Menstrual

O ciclo menstrual é uma série de eventos acionados por hormônios, que ocorrem de maneira cíclica em menstruantes na idade fértil. O ciclo menstrual é muito mais do que “apenas” a menstruação. Na verdade, a menstruação é uma fase do ciclo menstrual. O cérebro, ovários e o útero trabalham juntos e se comunicam através dos hormônios (sinais químicos enviados através do sangue de uma parte do corpo para outra) para manter o ciclo acontecendo.

Um ciclo menstrual completo dura entre 24 e 38 dias, mas a duração pode variar de ciclo para ciclo e também pode mudar ao longo dos anos. A duração do ciclo muda entre a menarca (quando a primeira menstruação ocorre na puberdade) e a menopausa (quando as menstruações param).

O ciclo menstrual é dividido em três fases principais:

Fase folicular
Começa no primeiro dia de sangramento menstrual e termina com a ovulação. É nela que ocorre a menstruação. Nessa fase, o hormônio FSH estimula o desenvolvimento de folículos nos ovários. Os folículos são as estruturas que contêm os óvulos. Os folículos começam a aumentar a produção de estrogênio, que chega a seu nível máximo antes da ovulação. O estrogênio estimula a produção de um muco transparente nas glândulas do colo do útero, facilitando a passagem de espermatozóides para a cavidade uterina. A vagina fica mais úmida – sabe quando notamos aquele muco que parece uma clara de ovo na calcinha?
O estrogênio também aumenta a espessura do endométrio e cria um ambiente ainda mais favorável à nutrição de um embrião.

Fase Ovulatória
Aumento súbito do hormônio LH, que estimula o rompimento do folículo ovariano para liberar o óvulo. Essa fase dura de 16 a 24 horas. O período fértil, no entanto, dura mais tempo, já que os espermatozóides podem ficar viáveis no trato genital e o óvulo tem uma vida média de 24 horas. No geral, considera-se período fértil cerca de três dias antes até três dias depois da ovulação.

Fase Lútea
O folículo rompido forma um tecido chamado corpo lúteo que, além de estrogênio, produz maior quantidade de progesterona. Ela é responsável por provocar modificações no endométrio que favorecem a manutenção de uma possível gravidez até a placenta se desenvolver. Quando a gestação não acontece, o corpo lúteo regride, interrompe a produção de hormônios e é absorvido. Os níveis de estrogênio e progesterona diminuem e o endométrio, que não consegue mais se manter, se descama, dando início à menstruação. Os sinais da TPM surgem na fase lútea e duram, no máximo, até o 4º dia da menstruação (já na fase folicular). A fase lútea dura até 14 dias e termina com o início do sangramento menstrual, que marca o começo de um novo ciclo.

Dismenorreia

É uma dor pélvica provocada pela liberação de prostaglandina, substância que faz o útero contrair para eliminar o endométrio (camada interna do útero que cresce para nutrir o embrião), em forma de sangramento, durante a menstruação, quando o óvulo não foi fecundado.

A dismenorreia pode ser primária ou secundária. Primária, quando a causa é o aumento na produção de prostaglandina pelo endométrio e secundária, quando resultante de alterações patológicas no aparelho reprodutivo (endometriose, miomas, tumores pélvicos, fibromas, estenose cervical etc.).

Escape
O sangramento de escape é uma perda de sangue vaginal que ocorre durante o ciclo menstrual, entre uma menstruação e outra. O ciclo menstrual regular tem duração aproximada de 28 dias. O sangramento de escape pode ser também chamado de sangramento intermenstrual ou ainda spotting, tendo todos o mesmo significado.

As principais causas são:

síndrome dos ovários policísticos (SOP);
ovulação (causando descamação do endométrio no meio do ciclo);
início ou interrupção do uso da pílula anticoncepcional;
DIU, que aumenta o volume e incidência de sangramento no ciclo;
ISTs (infecções sexualmente transmissíveis);
estresse;
doença inflamatória pélvica (DIP);
mioma uterino;
pólipos e prolapso.

Menarca
Primeiro sangramento menstrual, ou seja, a primeira menstruação. O primeiro ciclo tende a acontecer entre os 10 e 15 anos, podendo variar conforme o estilo de vida, histórico de menstruação das menstruantes da família, hábitos alimentares, alterações hormonais, entre outros fatores. As primeiras menstruações, geralmente, são irregulares e se ajustam com o tempo.

Endométrio
A camada interna ou revestimento do útero. Durante o ciclo menstrual, hormônios causam modificações no endométrio. O estrogênio faz com que o endométrio fique mais espesso para que ele possa nutrir o embrião se ocorrer uma gravidez. Em caso de não existir uma gestação, o estrogênio é fornecido em quantidades menores e mais progesterona é produzida. Isso faz com que o revestimento endometrial se desprenda do útero formando o fluxo menstrual (período).

Menopausa
A menopausa é o nome dado à última menstruação na vida de uma menstruante, que geralmente acontece entre 45 e 55 anos, marcando o fim da fase reprodutiva. O período que se segue após a cessação da menstruação é chamado de climatério. Sua principal característica são as transformações físicas e emocionais decorrentes do desequilíbrio na produção dos hormônios femininos pelos ovários.

Menstruação
Devido a estímulos hormonais, a superfície do endométrio se rompe e é excretada pela vagina. O fluxo menstrual dura, em média, 3 a 5 dias e pode variar em cor e aspecto, podendo ser bem líquida ou em coágulos. Já a coloração, pode variar de um vermelho mais vivo até um amarronzado.

TPM
A síndrome pré-menstrual (TPM) é um conjunto de sintomas que ocorrem no período que antecede a menstruação, incluindo alterações de humor, seios sensíveis, desejos por comida, fadiga, irritabilidade e depressão. Estima-se que 3 em cada 4 mulheres menstruadas tenham experimentado alguma forma de síndrome pré-menstrual.

Os sintomas tendem a se repetir em um padrão. Mas as mudanças físicas e emocionais que você experimenta com a síndrome pré-menstrual podem variar de apenas levemente perceptíveis até intensas.

Exatamente o que causa a síndrome pré-menstrual é desconhecido, mas vários fatores podem contribuir para a condição:

Alterações cíclicas nos hormônios: Os sinais e sintomas da síndrome pré-menstrual mudam com as flutuações hormonais e desaparecem com a gravidez e a menopausa.
Alterações químicas no cérebro: As flutuações da serotonina, um químico cerebral (neurotransmissor) que se acredita desempenhar um papel crucial nos estados de humor, podem desencadear os sintomas da TPM. Quantidades insuficientes de serotonina podem contribuir para a depressão pré-menstrual, bem como para a fadiga, desejos por comida e problemas de sono.

Fontes:

https://www.healthline.com/health/womens-health/follicular-phase
https://www.cancer.org/cancer/endometrial-cancer/about/what-is-endometrial-cancer.html
https://drauziovarella.uol. com.br/mulher-2/menstruacao/entenda-as-fases-do-ciclo-menstrual/
https://drauziovarella.uol. com.br/doencas-e-sintomas/colica-menstrual-dismenorreia/
https://origen.com.br/sangramento-de-escape-por-que-ele-ocorre/
https://www.gineco.com.br/saude-feminina/menstruacao/o-que-e
https://www.gineco.com.br/saude-feminina/menopausa/o-que-emenopausa

Faça parte do nosso movimento!